Com qual frequência os consumidores chineses tiram férias e visitam atrações locais? O que os inspira a viajar – e quem toma as decisões? Para responder a estas perguntas, nós revisamos nosso mais recente estudo sobre viagens na China. Aqui estão nossas descobertas:

Os chineses gostam de tirar várias férias durante o ano. As pessoas na China tiram em média 5.7 férias anuais, acima da média global de 4.1. Suas viagens costumam ser domésticas, com aproximadamente dois-terços das suas viagens acontecendo dentro da China.

Eles fazem muitas viagens de um dia – especialmente para parques temáticos, eventos locais, e parques aquáticos. A pessoa média na China vai a 6.9 eventos relacionados ao entretenimento por ano, em comparação com uma média global de 6.2. Eles são mais propensos a visitar parques temáticos (86% China, 57% global), eventos locais como feiras e festivais de comida/artes (77% China, 66% global), e parques aquáticos (75% China, 47% global).

Eles celebram ocasiões especiais com viagens. As pessoas na China têm mais propensão a fazer viagens ou viagens de um dia para comemorar uma reunião familiar (52% China, 25% global), aniversários (49% China, 41% global), e datas comemorativas (41% China, 20% global). Eles acreditam que os elementos mais importantes das férias são belas paisagens, passar um tempo de qualidade com seus entes queridos, e oportunidades de momentos memoráveis. Para as excursões locais, eles prezam oportunidades de momentos memoráveis, tempo de qualidade com seus entes queridos, e a oportunidade de se divertir.

Eles dão valor à suas fotos de viagens. Dois terços (67%) dos chineses concordam que as fotos que eles tiram são mais para manter memórias de longa duração do que apenas uma diversão instantânea.

As crianças e os adolescentes têm um poder de decisão em relação às viagens. Na China, as mulheres e os homens têm a mesma probabilidade de organizar viagens e viagens de um dia. Apesar de 9 entre 10 pais dizerem que eles são os que mais influenciam os destinos de férias e as atividades, 7 em cada 10 adolescentes acreditam que eles têm a maior influência. As crianças mais jovens também participam dessas decisões – 75% dos pais com crianças de idades entre 6 e 11 dizem que seus filhos influenciam para onde eles vão e o que fazem, e 58% dizem que eles influenciam nas escolhas de acomodação de um dia para o outro.