Como as crianças estão sendo criadas atualmente – e o que isso significa para o futuro?

Estas perguntas foram o foco do nosso estudo mais recente sobre crianças e famílias, Are We There Yet?: Today’s Parents, Tomorrow’s Kids (Já Chegamos?: Os Pais de Hoje, As Crianças de Amanhã). Este projeto baseou-se numa pesquisa com mais de 8.000 pais de crianças de até 12 anos em 16 países, além de entrevistas especializadas e em um estudo minucioso sobre a literatura sobre o tema.

Entre as principais descobertas estão:

Perspectivas globais sobre a criação de filhos. Hoje em dia, as crianças vêm em primeiro lugar nos lares. E, apesar da vida em família ter suas recompensas para os pais, certamente não é nada fácil.

As relações das crianças com seus pais. Os pais estão dando mais poder para as crianças nas decisões sobre os lares e mais dicas de como sobreviver no mundo. Consequentemente, as famílias estão mais unidas.

As tensões que afetam as crianças e suas famílias atualmente. Os pais se preocupam muito – levando a uma série de prioridades conflitantes que eles tentam equilibrar para seus filhos.

Como a educação atual das crianças difere do passado. De certa forma, os pais de hoje dizem que suas prioridades são parecidas com as dos seus pais. Mas o relacionamento com seus filhos é muito mais aberto, e eles lidam com as regras de uma maneira bem mais flexível.

As qualidades que os pais querem incutir nas crianças – e em si mesmos! Uma variedade de qualidades está sendo incentivada atualmente, entre os meninos e as meninas. Os pais querem se tornar cada vez melhor, e nos contaram como acham que poderiam melhorar. 

O que vem por aí no futuro das crianças. Os pais desejam que seus filhos tenham boa saúde e sejam felizes acima de tudo. E eles acreditam que esta nova geração será a melhor de todas, de formas bem importantes…

Are We There yet? será lançado no Kidscreen Summit em Miami. Vamos fazer uma cobertura completa sobre as novidades nos próximos posts do blog.